Por APAF - 31 de agosto de 2014

APAF na palestra de Dudu Braga

A palestra educativa “É preciso saber viver”, produzida por Dudu Braga, chega aos Centros Educacionais Unificados (CEUs) da capital paulista por meio de uma parceria entre as Secretarias Municipais de Educação e da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida. A equipe dos CEIs Aconchego I e II aproveitaram a reunião pedagógica do ultimo dia 30 de maio para assistirem à impactante palestra. O palestrante abordou temas como preconceito, cidadania, inserção da pessoa com deficiência no mercado de trabalho, inclusão, superação de obstáculos, sonhos e conquistas, com o objetivo de fortalecer a ética e a responsabilidade social dos cidadãos. Formado em publicidade, Dudu Braga, 44 anos, é filho do cantor Roberto Carlos e seu nome verdadeiro é Roberto Carlos Segundo. Ele perdeu totalmente a visão aos 22 anos por causa do glaucoma. A partir de então, teve que aprender a ver o mundo de outra forma. Hoje, Dudu Braga se dedica à produção musical e à apresentação do programa de rádio “As canções que você fez pra mim”, na Nativa FM. É colaborador da Fundação Laramara e da Fundação Dorina Nowill para Cegos.

Palestra educativa “É preciso saber viver”

Por APAF - 31 de agosto de 2014

Atividades no CEI II durante o mês de recesso

No período de recesso escolar , o que não faltou foi animação no CEI Aconchego II. Diversas atividades foram realizadas com o intuito de interação e motivação das crianças. As atividades se iniciaram com o Baile à Fantasia, seguido pelo Jogo do Dominó dos Bichos e do Salão de Beleza. As crianças somente sossegaram na hora da Leitura. Houve também a celebração do aniversariante do mês, pintura facial, sem esquecer da bolinha de sabão e da ilustre visita do Sr. Coelho à creche. Isso mesmo, um coelho de verdade foi alvo da curiosidade e observação das crianças. No final de junho, promovemos a Festa Junina com Piscina de Bolinhas, Pescaria, Argola, Apresentação de Danças, e, é claro, as famosas comidinhas típicas. No comecinho do mês de Julho os pequenos foram envolvidos no evento “Dia do Pijama”.

O brincar potencia o desenvolvimento, incentiva as crianças a conhecer, fazer, aprender, conviver e, sobretudo, aprende a SER. Além de estimular a curiosidade, a autoconfiança e a autonomia, brincar proporciona à criança o desenvolvimento da linguagem, do pensamento, da concentração e da atenção.

Recesso CEI II

Por APAF - 31 de agosto de 2014

Palestra da Guarda Metropolitana no CEI I

Um dos temas mais discutidos hoje no país é a segurança. Pensando nisso, a APAF promoveu uma palestra educativa com a Guarda Civil Metropolitana e as famílias atendidas pelo CEI Aconchego I. Foi um momento de orientação e interação, os pais tornaram-se mais conscientes e capacitados diante dos ensinamentos dados, uma vez que foram abordados assuntos não só ligados à segurança pública, mas também sobre acidentes domésticos e outros temas envolvendo a integridade física e a saúde de nossas crianças. Todos elogiaram essa iniciativa de aproximação e esclarecimentos por parte da APAF.

Guarda Civil

Por APAF - 27 de agosto de 2014

O Jaboti e nossas crianças

Como iniciar precocemente a conscientização da importância dos animais e preservação da natureza? Parece difícil, mas a nossa professora Silvaneide usou a imaginação para despertar o interesse da criançada do Mini Grupo I, trazendo um jaboti para a sala de aula. Foi incrível o despertar da curiosidade e da capacidade de observação das crianças de apenas 3 anos de idade! Com muita criatividade, conseguimos aliar aprendizado acadêmico e respeito às diferentes formas de vida. Plantamos assim as sementes para formação de pessoas conscientes e ecologicamente responsáveis.

Jaboti

Por APAF - 4 de junho de 2014

Pé de maracujá que deu borboleta

O mês de maio na CEI Aconchego I tem sido marcado por um período de exploração e descobertas. As crianças de 3 e 4 anos, passaram a desenvolver um grande interesse pelas borboletas que apareceram no pé de maracujá da horta. A turminha tem sido desbravadora e tem buscado conhecer a natureza e suas características. Alguns demonstram certo receio, outros demonstram prazer por essa busca. Foi em uma destas brincadeiras, que as crianças encontraram um casulo, a curiosidade foi tanta que resolvemos guardá-lo para descobrir se dele sairia uma linda borboleta ou uma mariposa. O processo tem por finalidade esclarecer as dúvidas e saciar o desejo de conhecimentos dos pequenos, em relação aos bichinhos que dividem o espaço do pátio com a gente, ampliar os conhecimentos a cerca de seu habitat, alimentação, ciclo de vida e algumas curiosidades, além de formar uma consciência ecológica, defendendo a preservação das espécies da natureza. Paralelamente o projeto promoveu e ampliou os conhecimentos em outras linguagens, tais como: noções matemáticas, cores, números(contagem), sequência lógica do processo da metamorfose, noções de tamanho e conhecimentos científicos. Ele também estimulou a linguagem oral e escrita, através da ampliação do vocabulário e desenvolvimento da fala.

Borboletas

Por APAF - 22 de janeiro de 2014

Festa de Natal nos Ceis Aconchego

O espírito do Natal invadiu os Ceis Aconchego no mês de Dezembro, esse o um momento mais esperado pelos pequenos, pois é nessa época que elas aguardam a visita do Papai Noel com seu saco cheio de presentes.Todo ano a APAF prepara carinhosamente uma programação especial nas semanas que antecedem essa data e esse ano não foi diferente, as creches foram ricamente decoradas, as duas unidades ganharam árvores e enfeites natalinos com materiais recicláveis, foi um período cheio de atividades e surpresas para a criançada: oficina de artes, visita dos alunos de outras escolas e entrega de presentes com Papai Noel. Em nome de toda diretoria e crianças atendidas pela APAF agradecemos a generosidade das empresas SimpressSuzano Papeis e Celulose, Fundação Ary Max, Aparecido Inácio e Pereira Advogados, Ri Happy , ONG AcrediteProjeto Sorrir, aos amigos Marina Stern e Luciana Godoy, aos alunos da escola Stance Dual e a todas doações feitas à APAF por ocasião do Natal.

Por APAF - 22 de novembro de 2013

O incentivo à leitura começa na sala de aula

O incentivo a leitura de forma criativa e prazerosa depende de nós educadores, por isto a promovemos de maneira diversificada e com muita qualidade. Levamos para as crianças o prazer de mergulhar no universo fantasioso das histórias infantis, transformando a leitura nas salas de aula em uma fonte de desenvolvimento social e cognitivo. Para que isso aconteça é essencial o fácil acesso aos livros, cada sala de aula conta com cantinhos especiais com pratileiras cheias de livros, mas não só as salas de aula são espaços para leitura, outros ambientes das creches também possuem livrinhos:  o pátio, refeitório e a sala de fantasia, mas o objetivo desse aprendizado vai além das salas de aula, os pequenos também levam esses livrinhos para casa e tem um momento prazerosa de leitura e fortalecimento de vínculo com a família. Ao contrario do que muitos pensam, o gosto pela leitura surge muito cedo na infância. E acreditamos que além de ser uma atividade indispensável de letramento, criar um ambiente favorável para as crianças é nossa responsabilidade e com isto elas levam essa prática para casa. É preciso que haja o entrosamento com o material, ou seja, a importância do manuseio do material: virar página, conhecer as formas dos desenhos, letras, figuras, e mesmo que ainda não decodifique a língua escrita, a criança está ao seu modo praticando a leitura e esta prática é denominada letramento e neste estímulo constante é que os pequenos leitores aprendem a falar, escutar, ler, opinar, expressar, tornando-os sujeitos críticos e formadores de opinião.

Leitura

Por APAF - 31 de outubro de 2013

Semana das Crianças

Os Ceis Aconchego comemoraram o mês das Crianças com uma programação muito especial. O mês foi recheado de presentes, festas temáticas, sessão de cinema, brincadeiras, gincanas, peças teatrais, jogos cooperativos,  tais como bexiga no ar, passeio de bambolê, entre outros. O momento salão de beleza, e as festas do Pijama e do Esquisito agitaram as unidades que foram ricamente decoradas para essas ocasiões. Gostariamos de agradecer nossos maravilhosos parceiros que viabilizaram a realização de muitas dessas atividades: Grupo Curumim que proporcionou um momento de recreação e brincadeiras com a crianças, o voluntariado do Projeto Sorrir que  fez esculturas de bexigas e contou histórias do fundo do mar e a visita da contadora de histórias Walkíria Pina Ribeiro do grupo Fraternidade Feminina Humanitas, acompanhada dos voluntários Decio Ribeiro, Del Idelvanete e Dona Alzira. Um muito obrigada também  ao apoio e doações dos alunos da escola Stance Dual, colégio Beit Yacoov, empresas Grow, Aparecido Inácio e Pereira Advogados e Empresa Unimed. Tudo que foi realizado nesse mês foi envolvido de muito amor, fantasia e aconchego para que os pequenos sentissem o quanto são especiais.

Semana das Crianças

Semana das Crianças

Semana das Crianças

Semana das Crianças


Por APAF - 4 de outubro de 2013

Parceria Ri Happy e CEIs Aconchego

Você já conhece a Ri Happy, maior empresa de varejo especializada na venda de brinquedos, sinônimo de atendimento personalizado e variedade de produtos, mas poucos conhecem seu investimento em responsabilidade social beneficiando as comunidades onde estão inseridas. Desde Julho desse ano passamos a receber constantes doações das lojas Ri Happy da região da Bela Vista em prol das crianças do Cei Aconchego I e II, uma parte dessa doação beneficiará diretamente as crianças carentes da nossa entidade, que não tem acesso a esse tipo de produto, outra parte será destinada para equipar as próprias unidades das creches. Gostaríamos de parabenizar a Ri Happy por essa maravilhosa iniciativa de doação.

Ri Happy

Por APAF - 18 de setembro de 2013

“Artes Grandes e Sujas” no CEI Aconchego II

O processo de aprendizagem passa pelos sentidos, isso é fato, quanto mais experiências envolvendo os sentidos as crianças vivenciarem, mais serão capazes de se expressar e transformar o mundo a sua volta. No CEI Aconchego II, iniciamos dia 16/09 a oficina “Artes Grandes e Sujas”, com poucos recursos, mas com muita criatividade e expressão. Através de técnicas simples, fáceis e muito gostosa de fazer, as crianças vão explorar diversas formas de se fazer arte através do uso de materiais gráficos de meios secos: giz de cera, giz de lousa, carvão, terra, farináceos, dentre outros, meios aquosos: corantes (comestíveis), guache, cola colorida, pintura a dedo, aquarela, caneta hidrocolor, aguadas, nanquim, expressos através de materiais convencionais: pincéis, lápis, giz, caneta ou materiais não convencionais: galhos, escovas, esponjas, rodo, vassoura, corda, luva de borracha, dentre outros. O resultado com certeza ficará lindo, mas é o processo de exploração destes usos nas técnicas que torna a atividade divertida. O objetivo maior destas atividades é explorar diferentes materiais e texturas, também criar condições para as crianças criarem suas marcas. O resultado dessa oficina será exposto na Mostra de Artes que acontecerá de 22 a 25 de Outubro na CEI II – Araquã, nº 51- Bela Vista.

Artes Grandes e Sujas


Próxima página »